Em grande parte do mundo, a vida como a conhecemos chegou a um impasse. Atendendo às advertências dos governos, as pessoas ficam em casa, longe das multidões e de ambientes potencialmente infecciosos. A demanda por transporte público despencou durante a pandemia no mundo inteiro – em 75 a 85% em cidades como Goiânia, Washington, Copenhague e Buenos Aires. A Autoridade de Trânsito da Região Metropolitana de Washington projeta perdas d...

O primeiro ponto de reflexão é o fato do estado ser governado por políticos que estão preocupados única e exclusivamente com o curto prazo. Por isso que não devemos esperar que políticos, qualquer que seja o seu de estimação, seja capaz de resolver problemas de grande impacto e complexidade como a questão do COVID-19. Utilizando o pensamento de Hayek: “… para alcançar seus objetivos, os coletivistas precisam criar poder –poder so...

Será que o amigo leitor sabe que o sistema de transporte público coletivo de passageiros que serve a cidade de Goiânia e cidades do seu entorno enfrenta neste momento a pior crise da sua história de difícil e relativamente demorada superação, sendo uma crônica de ordem estrutural resultado da sua forma de financiamento e outra aguda de ordem conjuntural provocada pela pandemia do COVID-19. A crise estrutura é consequência do modelo de c...

Sou liberal, acredito que o estado é ineficiente e o único responsável em criar os monopólios. Pois os governantes possuem um hábito de ajudar e proteger os apadrinhados sem se preocuparem com os efeitos nocivos que tais associações podem causar na sociedade. Outro ponto é em relação ao UBER que no primeiro momento me enganou. Pois eu acreditei que eles eram um novo player que iria fazer que a estrutura atual da mobilidade fosse repensa...

O compartilhamento de viagens – a base da revolução em relação ao poder dos passageiros – nos deu um vislumbre do que o futuro reserva para aqueles que passaram grande parte de nossas vidas presos no intermináveis congestionamentos. Vale ressaltar que o deslocamento é uma impedância criada no espaço urbano pois o tempo gasto no deslocamento significa um tempo perdido em relação as necessidades das pessoas. Os aplicativos de ...

Existem várias discussões no Brasil seja por pesquisadores ou pelos legisladores sobre o impacto do UBER (e os demais aplicativos ne mobilidade) na vida cotidiana das cidades. E as reflexões indubitavelmente caminham para a tentativa de regulação estatal por meio da criação de uma série de restrições e limitações para os aplicativos de mobilidade. Vejam como exemplo o que ocorreu na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos D...

O MaaS – Mobilidade como Serviço,  é a união de várias formas de deslocamento em um único serviço de mobilidade,  via  acesso de smartphone. Isto é, com o MaaS, se usa uma única plataforma integrada, onde é possível o cliente ter acesso à mobilidade de várias formas, com um único canal de pagamento, relacionamento e informação, gerando uma forma mais simples de interação entre o usuário e o transporte público. Da mesma for...

Está chegando uma novidade para o mercado de mobilidade...

Antes de iniciar a avaliação deste cenário em relação as eleições presidenciais de outubro/2018 fazemos relembrar os fatores que provocaram a paralização dos caminhoneiros que ocorreu entre o final de maio e início de junho/2018: O governo federal por meio do BNDES, com a justificativa de estimular a economia e ajudar os caminhoneiros e a indústria de veículos pesados, decidiu conceder empréstimos baratos para que indivíduos autôno...

A ideia deste texto é trabalharmos com alguns pontos importantes em relação a privatização do viário urbano. Por isso o texto não tem nenhum rigor cientifico e/ou metodológico e tendo como base a premissa de usarmos a legislação atual para implantação desta ideia, mas também é válido trabalhar no futuro com policy paper visando alterar a legislação vigente Portanto, a proposta que se pretende desenvolver tem por objetivo a privat...

O transporte como direito social dificulta o acesso ao serviço
Liberdade e Transporte / 09/05/2017

Em setembro de 2015 foi promulgada a Emenda Constitucional 90/15, que garantiu o transporte como um direito social. O tema foi incluído na Constituição Federal, que já previa inúmeros outros direitos: educação, saúde, alimentação, trabalho, moradia, lazer, segurança, previdência social, proteção à maternidade e à infância e assistência aos desamparados. A emenda originou-se da PEC  90/11 e com a mudança no texto cons...

O Paradoxo do Sistema de Transportes: Queremos inovações disruptivas mas não queremos mudar
Liberdade e Transporte / 05/05/2017

Este texto tem como propósito fazer uma breve discussão sobre uma situação que vem afligindo muitos corporações e pessoas neste momento de crise: eles sabem que necessitam mudar drasticamente (inovação disruptiva) mas por outro lado tem medo da mudança pois estão acomodados com a situação atual. Mas o que é um paradoxo?  Um paradoxo é uma declaração aparentemente verdadeira que leva a uma contradição lógica, ou a uma...

Mobilidade sustentável para a Goiânia do futuro
Liberdade e Transporte / 03/05/2017

Qual Goiânia que queremos para futuras gerações? Qual legado nossa geração irá deixar? Precisamos urgentemente pensar na mobilidade, pois devido à dependência em relação ao carro, nossa capital vem tendo a atividade de ir e vir se inviabilizando e com isso perdendo em competitividade e na criação de riqueza e em breve deixará de atrair novas empresas e pessoas. Uma das formas mais sustentáveis na busca da mobilidade é por...

Reflexão acerca do que seria o Sistema de Transporte Público Urbano
Transporte / 03/05/2017

Em 2013 o Brasil saiu às ruas para manifestar quanto aos reajustes da tarifa do transporte público urbano e também em relação a qualidade do serviço prestado. O Poder Público tomou uma ação rápida a essas manifestações e em 2013 congelou as tarifas. Já no ano de 2016, ano da eleição dos prefeitos, pouco foi debatido quanto as ações necessárias para que agora em 2017 a população não saia novamente a rua para protesta...

A fraude no transporte público não é contra o Estado e nem contra as empresas, ela é contrato o usuário
Transporte / 03/05/2017

No transporte público da grande Goiânia existem várias formas de fraudar o sistema, seja através do mau uso dos benefícios tarifários ou evadindo (“pula catraca”). Normalmente quem comete tal ato se defende dizendo que é uma reação contra a exploração do grande capital (empresas concessionárias) – “os empresários já ganham muito”. Mas quem será que de fato paga essa conta?  Uma vez que como disse Robert Heinlei...

O infarto de Goiânia
Liberdade e Transporte / 03/05/2017

O infarto, segundo a Wikipédia, é a consequência máxima da falta de oxigenação de um órgão ou parte dele. Sabendo que a nossa sociedade atual foi moldada pelo automóvel, o que contribuiu para o aumento dos congestionamentos provocando a falta de oxigenação do nosso sistema viário e por consequência o infarto da nossa Goiânia. A sociedade do automóvel provoca distorções no sistema de transporte. Sendo a maior distorção...

E se o Lula tivesse conhecido o José do Egito?
Liberdade e Estado / 26/04/2017

Os últimos anos foram os piores para a economia brasileira, o PIB, que é a soma de bens e serviços produzidos pelo país num determinado período, caiu 3,6% em 2016 e 3,8% em 2015. Muitas são as causas que explicam esta crise, mas a principal é a tal “Nova Matriz Econômica” A “Nova Matriz” se baseia em cinco pilares: política fiscal expansionista, juros baixos, crédito barato fornecido por bancos estatais, câmbio desval...

Reforma trabalhista: Retirada de direitos ou deveres trabalhistas?
Liberdade e Estado / 25/04/2017

A discussão do momento é em relação ao PL 6787/2016, sobre a reforma trabalhista, muitos “iluminados” ficam ressoando aos quatros cantos que esta reforma representa a pior agressão ao Direito do Trabalho, pois fere de morte vários direitos conquistados pelos trabalhadores. Mas antes de entrar no cerne da questão gostaria de refletir sobre o que é direito e o que é dever: Na constituição brasileira os artigos referentes a ...

Reflexões sobre o Transporte Público: monopólio e livre mercado
Liberdade e Transporte / 19/04/2017

Primeiramente vamos entender qual o significado de monopólio, utilizando uma definição do Winkipedia: “designa uma situação particular de concorrência imperfeita, em que uma única empresa detém o mercado de um determinado produto ou serviço, conseguindo, portanto influenciar o preço do bem comercializado” E quem permite que esta situação ocorra? A resposta é óbvia: o Estado. Citando agora o professor Jesús Huerta de S...

Deus e o Estado
Liberdade e Estado / 19/04/2017

Nos últimos anos uma das discussões mais frequentes no país é quanto a laicidade do Estado brasileiro que é considerado um Estado Laico em virtude de dispositivos constitucionais que amparam a liberdade de religião e a separação da mesma com o Estado: Art. 5º […] VI – é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção ...