Em grande parte do mundo, a vida como a conhecemos chegou a um impasse. Atendendo às advertências dos governos, as pessoas ficam em casa, longe das multidões e de ambientes potencialmente infecciosos. A demanda por transporte público despencou durante a pandemia no mundo inteiro – em 75 a 85% em cidades como Goiânia, Washington, Copenhague e Buenos Aires. A Autoridade de Trânsito da Região Metropolitana de Washington projeta perdas d...

O primeiro ponto de reflexão é o fato do estado ser governado por políticos que estão preocupados única e exclusivamente com o curto prazo. Por isso que não devemos esperar que políticos, qualquer que seja o seu de estimação, seja capaz de resolver problemas de grande impacto e complexidade como a questão do COVID-19. Utilizando o pensamento de Hayek: “… para alcançar seus objetivos, os coletivistas precisam criar poder –poder so...

Será que o amigo leitor sabe que o sistema de transporte público coletivo de passageiros que serve a cidade de Goiânia e cidades do seu entorno enfrenta neste momento a pior crise da sua história de difícil e relativamente demorada superação, sendo uma crônica de ordem estrutural resultado da sua forma de financiamento e outra aguda de ordem conjuntural provocada pela pandemia do COVID-19. A crise estrutura é consequência do modelo de c...

Sou liberal, acredito que o estado é ineficiente e o único responsável em criar os monopólios. Pois os governantes possuem um hábito de ajudar e proteger os apadrinhados sem se preocuparem com os efeitos nocivos que tais associações podem causar na sociedade. Outro ponto é em relação ao UBER que no primeiro momento me enganou. Pois eu acreditei que eles eram um novo player que iria fazer que a estrutura atual da mobilidade fosse repensa...

O compartilhamento de viagens – a base da revolução em relação ao poder dos passageiros – nos deu um vislumbre do que o futuro reserva para aqueles que passaram grande parte de nossas vidas presos no intermináveis congestionamentos. Vale ressaltar que o deslocamento é uma impedância criada no espaço urbano pois o tempo gasto no deslocamento significa um tempo perdido em relação as necessidades das pessoas. Os aplicativos de ...

Existem várias discussões no Brasil seja por pesquisadores ou pelos legisladores sobre o impacto do UBER (e os demais aplicativos ne mobilidade) na vida cotidiana das cidades. E as reflexões indubitavelmente caminham para a tentativa de regulação estatal por meio da criação de uma série de restrições e limitações para os aplicativos de mobilidade. Vejam como exemplo o que ocorreu na Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos D...

O MaaS – Mobilidade como Serviço,  é a união de várias formas de deslocamento em um único serviço de mobilidade,  via  acesso de smartphone. Isto é, com o MaaS, se usa uma única plataforma integrada, onde é possível o cliente ter acesso à mobilidade de várias formas, com um único canal de pagamento, relacionamento e informação, gerando uma forma mais simples de interação entre o usuário e o transporte público. Da mesma for...

Está chegando uma novidade para o mercado de mobilidade...

Antes de iniciar a avaliação deste cenário em relação as eleições presidenciais de outubro/2018 fazemos relembrar os fatores que provocaram a paralização dos caminhoneiros que ocorreu entre o final de maio e início de junho/2018: O governo federal por meio do BNDES, com a justificativa de estimular a economia e ajudar os caminhoneiros e a indústria de veículos pesados, decidiu conceder empréstimos baratos para que indivíduos autôno...

A ideia deste texto é trabalharmos com alguns pontos importantes em relação a privatização do viário urbano. Por isso o texto não tem nenhum rigor cientifico e/ou metodológico e tendo como base a premissa de usarmos a legislação atual para implantação desta ideia, mas também é válido trabalhar no futuro com policy paper visando alterar a legislação vigente Portanto, a proposta que se pretende desenvolver tem por objetivo a privat...

MaaS Definições
Liberdade e Transporte / 07/06/2019

O MaaS – Mobilidade como Serviço,  é a união de várias formas de deslocamento em um único serviço de mobilidade,  via  acesso de smartphone. Isto é, com o MaaS, se usa uma única plataforma integrada, onde é possível o cliente ter acesso à mobilidade de várias formas, com um único canal de pagamento, relacionamento e informação, gerando uma forma mais simples de interação entre o usuário e o transporte público. Da...

2018 ainda não foi o ano dos liberais, mas avançamos bastante
Liberdade e Estado / 29/10/2018

Estamos vivenciando um momento histórico em relação a nossa situação política. Muito tem se falado que as eleições de 2018 levaram o país a uma guinada conservadora à direita, fruto da descrença da população em relação a velha política e na possibilidade do deputado Jair Bolsonaro ser o pivô da mudança. Está situação tem causado um grande debate entre os liberais pois não existe um candidato realmente dito como lib...

Últimas reações frente as eleições presidenciais de 2018
Liberdade e Estado / 29/10/2018

Introdução Estou vendo/ lendo muitos apoiadores do Haddad pedindo o voto em defesa da democracia e das instituições. Por isso vale ressaltar que a maioria dos movimentos autoritários surgiram com o argumento de defender a democracia e as instituições. E com o passar do tempo a democracia e as instituições se tornam mais importantes que os indivíduos. E assim nasce o governo totalitário. Declaração de Voto O dia 28.outubro s...

Carta aos Petistas
Liberdade e Estado / 22/10/2018

Parafraseando o ex-presidente Lula na sua “Carta ao povo brasileiro” de 2002, o Brasil quer mudar. Mudar para crescer, incluir, pacificar. Mudar para transformar a nossa economia estatizante dos últimos 24 anos. O Estado Brasileiro atualmente esta maior que a própria nação e por isso se achar no direito de decidir o que deve ou não ser feito. Isto, é: como devemos educar nossos filhos, quais devem ser as nossa orientações se...

O Brasil elegerá novamente um presidente de esquerda, será?
Liberdade e Estado / 03/10/2018

Felizmente as previsões que fiz em abril e em setembro se demonstram incoerente, haja visto o crescimento da rejeição ao candidato Fernando Haddad nas últimas pesquisas. Tal situação pode ser facilmente entendida pela unificação da direita (entre conservadores apoiadores do Bolsonaro e os liberais apoiadores do Amoêdo, no qual me incluo) somado ao movimento de repulsa ao PT (que ficou claro no boicote que os brasileiros fizeram...

O 13º Salário e a pizza de 13 fatias
Liberdade e Estado / 01/10/2018

O candidato a vice-presidente, o general Hamilton Mourão (PRTB), da chapa de Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições presidenciais, criticou no dia 25.setembro.2018 o 13º salário e o abono salarial de férias em uma palestra para lojistas em Uruguaiana (RS). No evento, promovido pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade, Mourão critica os benefícios trabalhistas quando passa ao tema da reforma trabalhista. “Temos alguma...

O Brasil elegerá novamente um presidente de esquerda
Liberdade e Estado / 19/09/2018

Infelizmente a previsão que fiz em abril se demonstra coerente, haja visto o crescimento do Fernando Haddad nas últimas pesquisas. Tal situação pode ser facilmente apresentada pela fragmentação da direita (entre conservadores apoiadores do Bolsonaro e os liberais apoiadores do Amoêdo) somado ao preconceito com os conservadores (tachado pela esquerda como fascistas e nazistas) estão levndor o país a novamente eleger um president...

A Burocratização do Brasil e o BMaaS
Transporte / 11/09/2018

O tema Mobilidade como Serviço, ou simplesmente MaaS (Mobility as a Service) como já se sabe é a integração de vários serviços de deslocamento em uma única solução. Portanto o MaaS geralmente é fornecido por meio de uma plataforma ou solução de tecnologia, como software, aplicativos móveis ou tecnologia sob medida. Vale aqui ressaltar que o termo mobilidade percebido incorretamente como apenas deslocamento, no sentido do ...

Dilema do voto útil
Liberdade e Estado / 08/09/2018

Tenho recebido inúmeros pedidos para não votar no João Amoedo pois assim eu estaria elegendo a Marina ou o Ciro. Tal dedução surgiu devido ao fato do Bolsonaro ser derrotado no segundo turno das eleições pelos candidatos supracitados. Isto porém não tem lógica, uma vez que para vencer no primeiro turno o candidato do PSL precisa de mais de 50% dos votos válidos, ou seja, a mesma quantidade de votos para ser eleito presidente ...